Como evitar infestações por carraças

 In Animais de estimação, Cães

A carraça é um pequeno aracnídeo que se fixa à pele de diversos animais para lhes sugar o sangue e que pode ser transmissor de várias doenças perigosas, tais como a Babesiose ou Piroplasmose, Erliquiose, Borreliose ou Doença de Lyme e Hepatozoon.

Os danos que causam podem ser divididos em: derivados da picada, derivados da quantidade de sangue que sugam e da inoculação de outros agentes (como bactérias e outros parasitas). O tratamento é feito tal como como na pulga: no animal e no meio ambiente. As carraças não são removidas sem antes aplicar um produto que os mata, caso contrário, formam-se “espinhas”, pois ao serem removidas as carraças, a boca fica fixada na pele e isso desencadeia uma reação inflamatória.

Onde se instalam? 

A carraça vive em jardins e terrenos baldios, onde podem viver mais de um ano. No animal, encontram-se sobretudo nas orelhas, pálpebras, bochechas, períneo, axilas e entre os dedos. Também no pescoço e na garganta.

Como evitar? 

Existem várias formas de tratamento e prevenção contra carraças, por exemplo: comprimidos, sprays e coleiras. Pergunte ao seu veterinário qual será a melhor opção para o seu cão.

Caso tenha ido passear, pode ser boa ideia examinar o seu animal cuidadosamente quando chegar a casa, dado que as carraças podem agarrar-se ao pêlo do seu animal durante o passeio.

O ideal é que evite passeios por zonas infestadas. Contudo, caso não seja possível e esteja em áreas onde exista a probabilidade de ter carraças, lembre-se de se vestir a si adequadamente, para não apanhar carraças, e não coloque o seu pet também em risco. Bons  passeios, em segurança!

Recent Posts

Leave a Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Como prevenir infestações por pulgasComo evitar picadas de mosquito