O meu gato mia muito… porquê?

 Em Animais de estimação, Comportamento Animal, Gatos

Se o seu gato mia muito, ou demais, dizemos-lhe aqui as possíveis razões para que e o que pode fazer para melhorar a situação.

Os motivos mudam à medida que vão crescendo de gatinhos para gatos adultos. Os gatinhos pequenos miam às suas mães quando estão com fome, frio ou assustados. No entanto, uma vez que os gatos envelhecem, eles usam outros tipos de vocalizações para se comunicarem com outros gatos, como uivos, assobios e grunhidos, enquanto os miados são reservados para comunicação com as pessoas.

O número de miados varia de raça, e depende mesmo do próprio gato. As raças orientais, especialmente os gatos siameses, são conhecidos como grandes “faladores”, por isso, se não gosta de miados, provavelmente deve optar por outras raças, caso esteja a pensar em adotar um gato.

Alguns gatos parecem gostar de ouvir as suas próprias vozes, enquanto outros parecem querer conversar com os seus donos. Se o seu gato está a falar um pouco mais do que gostaria, tente descobrir a causa primeiro. Uma vez que conheça o motivo, pode trabalhar para tentar que o seu gatinho mie menos.

As razões

Os gatos miam por muitos motivos, das mais sérias à simples chamada de atenção.

Doença. O primeiro passo é consultar um veterinário. Várias doenças podem levar a que o seu peludo se sinta com fome, sede ou dor, o que pode levar a miados excessivos. Os gatos mais velhos também podem desenvolver distúrbios da tiroide ou doença renal, o que pode resultar em vocalização excessiva.

Procurar atenção. Apesar do que as pessoas pensam, os gatos não gostam de ficar sozinhos muito tempo. Normalmente, os gatos costumam miar para começar a brincadeira, a sessão de festas ou para que fale com eles. Se quiser reduzir esse tipo de miados em busca de atenção, deixe de atender quando ele o faz. E dê-lhe atenção só quando ele deixar de o fazer. Se começar a miar novamente, desvie o olhar ou vá embora. Mas não ignore o seu animal de estimação. Dedique-lhe tempo todos os dias, brincando, escovando-o e falando com ele. Um animal de estimação cansado é um animal de estimação tranquilo.

Quer comer. Alguns gatos miam cada vez que alguém entra na cozinha, na esperança de conseguir comida. E muitos gatos tornam-se muito “chatos” quando se aproxima as horas das refeições. Se esse é o seu problema, não alimente seu gato quando ele mia. Espere até que ele se acalme para lhe dar a comida, e não lhe dê guloseimas quando ele mia. Se isso não funcionar, obtenha um dispensador de alimentos automático que se abre a horas fixas. Então, o gatinho passará a miar ao dispensador em vez de miar para si.

A saudação. Muitos gatos miam quando os donos chegam a casa, ou mesmo quando se cruzam com eles em casa. Este é um hábito difícil de quebrar, mas olhe para o lado positivo, o seu gatinho está a dizer-lhe que ele está feliz em vê-lo.

Está sozinho. Se o seu gato passa muitas horas sozinho todos os dias, pense em encontrar outras formas de enriquecer a vida do seu animal de estimação. Por exemplo, coloque um alimentador de pássaros fora de uma janela e à vista, deixe alguns brinquedos com comida dentro, vá buscar outro gatinho como companheiro, etc.

Está stressado. Os gatos que sofrem stresse muitas vezes tornam-se mais “faladores”. Um novo animal de estimação ou um bebé em casa, mudanças na casa, uma doença ou a perda de um ente querido pode tornar o seu gato mais falador. Tente descobrir o que está a stressar o seu animal de estimação e ajudá-lo a adaptar-se às mudanças. Se isso não for possível, dê-lhe atenção especial e o tempo necessário para ajudá-lo a acalmar-se.

Envelhecimento. Os gatos, como as pessoas, à medida que envelhecem, podem de alguma forma sofrer de confusão mental ou disfunção cognitiva. Ficam desorientados e muitas vezes choram, sem motivo aparente, especialmente à noite. Uma luz fraca à noite pode ajudar, se o seu patudo estiver desorientado, e os veterinários podem prescrever medicamentos para ajudar com esses sintomas.

Querem procriar. Se o seu gato não é esterilizado ou castrado, vai, com certeza, ouvir muitos miados. As fêmeas miam muito quando estão no cio, e os machos miam quando cheiram a uma fêmea com o cio. Ambos os casos podem ser exasperantes. Isso pode ser evitado esterilizando ou castrando o seu animal de estimação.

O que não deve fazer

Ignorar se há algum problema. Mesmo que não deseje recompensar os miados, os gatos às vezes miam por um bom motivo, por exemplo, porque eles não conseguem chegar à caixinha de areia, porque estão presos numa divisão ou o bebedouro está vazio. Verifique se deve ignorar os miados ou se é um problema que deve ser corrigido imediatamente.

Castigar o seu gato quando mia. Bater ou gritar com os gatos raramente funciona para os acalmar. Todas essas ações farão com que seu peludo desconfie e se afaste de si.

Ceder. Se o seu gato está habituado a obter o que ele quer com os seus miados, ele vai se miar cada vez mais alto, desde que funcione. Por outras palavras, é provável que a situação, longe de melhorar, piore. Apenas tenha um comportamento tranquilo com ele e ignore os seus miados, e, finalmente, ele terá vai entender.

Artigos recentes

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Como fazer gato feliz | Hospital Veterinário de São Bento