Dicas para ter os seus animais em segurança durante as festas

 Em Cães, Comportamento Animal, Gatos

Nesta época de Festas e com a azáfama da compra dos presentes, da decoração da casa, dos bolos e cozinhados mais demorados, é fácil esquecermos os pequenos perigos que podem causar acidentes aos nossos cães e gatos. Aqui estão algumas dicas rápidas para manter a sua casa segura para os seus animais durante as Festas.

1. Proteja a árvore de Natal: Decorar a sua casa pode ser uma das mais bonitas tradições natalícias. Se tiver como árvore, um dos tradicionais pinheiros, tenha em atenção que cães e gatos podem ser atraídos para os cheiros que a árvore traz para dentro de casa e vai querer, desde o início, inspecionar tudo. Por isso, certifique-se de que a árvore fica bem segura para que não tombe acidentalmente.

2. Cuidado com os enfeites. Escolha os ornamentos para decorar a árvore de Natal tendo em mente os seus patudos. Bolas pequenas que eles possam abocanhar ou mordiscar e as tradicionais luzes podem causar sérios perigos para os seus animais. Mantenha os ornamentos quebráveis e pequenos fora do seu alcance, dado que, para eles, podem ser facilmente confundidos com brinquedos. Esconda igualmente os fios das luzes para que não os mastiguem e sejam alvo de um choque elétrico. Tenha também em atenção que as fitas podem atrair o seu gato ou cachorrinho. Embora eles gostem de brincar com essas decorações, ao ingeri-las pode causar problemas gastrointestinais graves. Pode ser mais fácil manter a sua árvore longe da presença dos seus patudos, talvez num local onde os seus animais não possam entrar. Ou então opte por uma cancela para crianças.

3. Dou ou não presentes? 
Evite dar presentes frágeis aos seus animais de estimação. Se optar por dar uma prenda de Natal ao seu animal de estimação, certifique-se de que são suficientemente grandes para minimizar o perigo de asfixia. Esteja ciente dos hábitos de mastigação do seu cão; Se, por exemplo, tem um cão muito ativo, evite brinquedos que possam ser partidos em pedaços mais pequenos. Novos brinquedos podem ser um sucesso; mas deite-o fora logo que o seu cão o destrua, dado que, ao engolirem os pedaços podem desencadear problemas graves, até fatais.

4. Comidas prejudiciais longe da vista. Mantenha os alimentos prejudiciais longe dos seus animais de estimação. Doces, comidas gordurosas e picantes, que normalmente comemos durante as Festas, certamente não se destinam aos nossos peludos e podem causar um problema gastrointestinal ou mesmo uma doença potencialmente fatal.
Se tem esses alimentos em casa, certifique-se de que eles se encontram em locais seguros e fora do alcance dos patudos para evitar uma emergência.

5. Plantas perigosas. 
Não tenha em casa plantas de Natal perigosas. Uma das coisas que pode causar doenças graves em cães e gatos são os arbustos decorativos de Natal, como o azevinho. Se tem animais, é melhor evitá-los.

6. Pratos e copos fora do alcance. Se planeia fazer a ceia de Natal ou o jantar de passagem de ano em casa, considere deixar uma nota escrita, bonita e festiva, na mesa para lembrar os convidados a não darem comida aos seus peludos. Copos (especialmente os cheios de álcool) e pratos (com os restos de comida) devem ser mantidos fora do alcance dos patudos. Outra dica: antes da festa, dê-lhes comida para que estejam menos tentados a pedir quando todos estiverem à mesa.

7. Um cantinho seguro.
 Durante as festas, alguns animais de estimação, sobretudo os gatos, podem ficar altamente stressados, então, prepare-lhes um “refúgio” de segurança. Esse local deve estar longe da festa e deve ter água fresca, brinquedos e um lugar confortável, fofo e quentinho, para dormir.

8. Fugas inesperadas. Com tantos convidados que entram e saem da porta da sua casa, pode ser fácil para um animal de estimação escapulir-se para a rua. Não se esqueça de os ter com a coleira posta e com os dados atualizados, se acontecer, estarão identificados.

Se precisar de ajuda, não hesite em contactar-nos, através do nosso número de telefone,+351 21 3972 997, ou do nosso e-mail, geral@veterinario.pt. Temos serviço de urgência 24 horas por dia.

Artigos recentes