O meu gato anda a beber mais água. Deverei preocupar-me?

Por dia, um gato saudável bebe aproximadamente 60 ml de água por cada quilo de peso vivo. Quando esse consumo aumenta, pode ser sinal de que algo não está bem!

O consumo de água do meu gato aumentou

A ingestão exagerada de água pode estar relacionada com uma variedade de problemas:

Insuficiência renal crónica

Uma das doenças mais comuns em gatos é a insuficiência renal crónica, que se traduz na incapacidade de os rins funcionarem de maneira a serem capazes de filtrar todas as moléculas tóxicas que circulam pelo organismo. Como também deixam de conseguir reabsorver água, os gatos têm mais tendência para urinar, e daí advém um maior consumo de água para contrabalançar.

Piómetra

No caso das gatas não esterilizadas, um consumo repentino e exagerado de água pode dever-se a uma piómetra, isto é, a uma infeção do útero. Outros sinais clínicos a ter em atenção incluem febre, apatia, falta de apetite, vómitos e diarreias. É uma doença séria que pode pôr em risco a vida do animal numa questão de horas.

Diabetes

Quando há uma resistência à hormona insulina, como ocorre no caso da Diabetes mellitus, o açúcar que fica em excesso no sangue é eliminado pela urina, e com ele chama muita água. Por esta razão, os gatos diabéticos urinam em abundância e bebem muita água.

Hipertiroidismo Felino

O hipertiroidismo felino é a alteração hormonal mais comum em gatos, ocorrendo principalmente em animais idosos. O excesso de uma hormona produzida na tiroide aumenta o metabolismo do gato, fazendo com que este possa perder peso, sofrer um aumento do apetite e do consumo de água, ter vómitos, diarreia, tornar-se hiperativo e trazer consequências para outros sistemas do organismo como o sistema cardíaco ou renal.

Outros problemas associados ao aumento do consumo de água

Para além das doenças já referidas, as mais comuns em gatos quando o aumento do consumo de água está relacionado com algum problema de saúde, existem outras também associadas a este comportamento, como são exemplo a insuficiência hepática, a hipercalcémia (excesso de cálcio no sangue) ou a pielonefrite (infecção do trato urinário superior).

Conclusão

Apesar de o aumento do consumo de água no seu gato poder ser um processo fisiológico, induzido pelo calor ou pelo stress, há também a hipótese de ser um dos primeiros sinais de que o animal se encontra doente. Na dúvida, contacte o Hospital Veterinário de São Bento através do email geral@veterinario.pt ou do telefone +351 21 3972 997 e cuidaremos do seu felino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *