Comportamentos dos gatos

Hoje falamos-lhe sobre os comportamentos dos gatos, sobre os seus estados emocionais e damos-lhe dicas sobre como deve comunicar com eles, assim como o que lhe querem mostrar através dos seus comportamentos.

Comportamentos e estados emocionais dos gatos

Comportamentos que podem mostrar que o seu gato está feliz e animado

  • Cauda reta para cima com uma curva na ponta.
  • Cauda a vibrar.
  • Esfregar-se nas suas pernas ou braços.
  • Aninhar-se no seu colo.
  • Um “miau” agudo enquanto conversa consigo.
  • Brincalhão e curioso.
  • Deitado de barriga para cima, com as quatro patas no ar.
  • Quando está com as pupilas dilatadas, embora também possa significar o oposto. Cabe-lhe a si analisar o momento.

Sinais de confiança e afeto

  • Quando pisca lentamente os olhos enquanto olha para si.
  • Quando coloca o traseiro virado para a sua cara. Pode parecer estranho, mas significa que o gato quer chamar a sua atenção.
  • Quando se esfrega ou dá “turrinhas”.
  • Quando lhe dá “beijinhos” com o nariz molhado.
  • Quando cheira a sua cara, significa que o gato sente proximidade consigo.
  • Quando o lambe.
  • Quando o seu gato o imita em pequenas ações do dia a dia.
  • E, claro, quando o patudo faz “ronron”.

Sinais de agressividade ou preocupação

  • Cauda contraída, significa que o seu gato está agitado ou ansioso.
  • O pêlo eriçado enquanto a cauda se curva em N, significa um sinal de agressividade extrema, que pode causar ataques em autodefesa.
  • A cauda do gato entre as patas traseiras.
  • Pupilas dilatadas, embora também possa significar o contrário. Mais uma vez, terá de avaliar o momento para perceber o que o gato está a sentir.
  • Quando coloca as orelhas para trás.
  • Quando põe a língua de fora e lambe rapidamente o lábio inferior.
  • Quando o gato morde levemente, está a dizer-lhe “chega!” ou a pedir que se afaste.

Dicas para uma boa comunicação com o seu felino

  • Use um tom de voz mais elevado e agudo, de modo a criar uma amizade com o seu gato e a mostrar-lhe afeto. Por outro lado, com um tom de voz mais baixo e grave, transmitir-lhe-á desagrado.
  • Associe uma palavra à ação. Por exemplo, se disser várias vezes ao seu gato “vamos dormir” quando for dormir, ele acaba por associar as palavras à ação e compreenderá rapidamente o que significa.
  • Crie uma linguagem com o seu gato através de diferentes tons e pronunciações e dê-lhe exemplos do que significam. Por exemplo, quando disser “anda para o colo”, faça-o com um tom de voz carinhoso, bata com as mãos nas pernas ou coloque-o no seu colo, para que o gato possa associar e entender o que significa a sua linguagem.
  • Não olhe diretamente para os olhos do seu gato, pode estar a comunicar-lhe alguma agressividade.
  • Não mostre carinho quando quiser dizer ao seu gato que ele está a fazer algo errado. Por exemplo, quando ele estiver em cima da mesa e quiser que ele saia, dê-lhe um toque levemente, de maneira a que ele saia e diga-lhe “Sai!” ou “Não”, com voz grave e firme. O seu gato irá provavelmente repetir a ação mais algumas vezes mas, se seguir sempre esta dica, ele acabará por perceber.
  • Não grite com o seu gato nem lhe demonstre agressividade. Isso irá assustá-lo e deixá-lo descontente e revoltado.

Os Miaus do seu gato

  • Muitos miaus: significam que o seu gato está entusiasmado.
  • Miaus de tom médio: significam que pode estar a pedir água ou comida.
  • “MmrrOOW” longo: significa vontade, desejo ou insistência em alguma coisa. Por exemplo, quando querem que se abra a porta de uma divisão para eles entrarem.
  • “MRRoow” grave: significa desagrado ou preparação para uma briga.
  • Miar alto e grave: pode ser um pedido de ajuda, normalmente por comida, mas também quando tem dores ou algo o está a inquietar.

Se achar que o comportamento do seu gato tem andado estranho e que é causa de preocupação, não hesite em contactar-nos, através do e-mail geral@veterinario.pt ou do +351 21 3972 997.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *