Cães e gatos sofrem de depressão?

cao

Embora não existam estudos específicos que expliquem o que acontece no cérebro dos animais acometidos de melancolia, estudiosos especulam que cães e gatos possam apresentar uma perturbação muito semelhante à depressão nos seres humanos. Mesmo que os gatos pareçam ser menos sentimentais, também podem sofrer com este tipo de condição.

O que acontece?
O animal passa a recusar comida e deixa de querer brincar, mudando drasticamente de comportamento, fica mais parado e longe do contacto com o dono.

Causas? grandes mudanças, separações e solidão são os principais factores que podem conduzir a um quadro depressivo.

Sintomas? a angústia em cães geralmente é sinalizada pelo lamber excessivo e constante. Alguns, de tanto o fazerem, ficam com feridas graves nas patas. Entre os felinos, é o dorso a zona mais fustigada pelo lamber em excesso.

Prevenção? O melhor remédio contra a depressão é levar seu patudo a passear. Além do benefício da atividade física – como a produção de neurotransmissores no cérebro responsáveis pelo bem-estar -, as caminhadas reforçam o contato com o dono. Talvez possa ser a ausência que produza a tristeza no seu peludo.

Por isso, dentro e fora de casa, estimule-o para a brincadeira. Se, apesar disto, o seu peludo continuar a apresentar um quadro depressivo, procure o seu veterinário, dado que pode ser sintoma de alguma outra doença que lhe esteja a retirar energia e ânimo.

Se precisar de mais informação sobre o tema, não hesite em contactar-nos, através do nosso número de telefone,+351 21 3972 997, ou do nosso e-mail, geral@veterinario.pt. Estamos aqui para esclarecer todas as suas dúvidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *