Avanços na Medicina Veterinária

Cada vez mais, os donos exigem para os seus animais as tecnologias mais avançadas para o diagnóstico e tratamento das doenças que os afetam, e cada vez mais a Medicina Veterinária dá resposta a essa exigência, graças aos avanços que se têm vindo a verificar na área.

Muitos hospitais encontram-se hoje em dia equipados com tecnologia de ponta a nível imagiológico (ou seja, das técnicas usadas para obtenção de imagens de órgãos e sistemas), permitindo diagnósticos rápidos e precisos. A tomografia computorizada (vulgarmente designada por TAC) e a ressonância magnética são exemplos de métodos de diagnóstico que vieram revolucionar a forma como são diagnosticadas doenças neurológicas, oncológicas, ortopédicas, etc.

A nível da cirurgia veterinária, hoje em dia realizam-se próteses como na Medicina Humana, sendo possível substituir uma anca, um membro amputado ou até mesmo fazer uma prótese ocular para fins estéticos. O segredo está nos biomateriais utilizados, que são compatíveis com os tecidos do corpo e apresentam poucas reações inflamatórias. Os metais e os polímeros são os mais requisitados, embora compósitos e cerâmicas também sejam largamente utilizados.

 

avanços medicina veterinaria

 

Cada vez mais se aposta na cirurgia minimamente invasiva, sendo que as endoscopias já se tornaram numa prática comum do dia-a-dia de muitos médicos veterinários, não só como método de diagnóstico, mas também terapêutico, permitindo a remoção de corpos estranhos do trato gastrointestinal, por exemplo. Ainda no campo da cirurgia minimamente invasiva, é hoje possível reparar estenoses, ou seja, o estreitamento anormal das válvulas cardíacas com a colocação de balões, stents e outros aparelhos, com vias de acesso tão reduzidos quanto a veia femoral, reduzindo tremendamente os riscos, em comparação com uma cirurgia de tórax aberto.

Com o aparecimento da radioterapia na Medicina Veterinária, alguns tumores não responsivos à quimioterapia – como é o caso do osteossarcoma, o tumor ósseo maligno primário mais comum-  passaram a ter melhor prognóstico, com a possibilidade de entrarem em remissão após algumas sessões.

O futuro da Medicina Veterinária

Num futuro ainda algo distante, prevê-se que se comecem a tratar as doenças antes mesmo de estas surgirem, graças a uma análise genética de cada indivíduo, apostando assim na prevenção e profilaxia (as medidas para prevenir/atenuar doenças e as suas consequências), as bases de toda e qualquer Medicina.

Se precisar de alguma informação sobre os métodos e tecnologias usadas no nosso Hospital Veterinário, não hesite em contactar-nos, através do e-mail geral@veterinario.pt ou do número de telefone +351 21 3972 997.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *